quarta-feira, 1 de abril de 2015

Era uma vez a receita que não tinha receita. Mas é tão boa!

Prometeram-nos sol de Verão nesta semana de Primavera, e é mesmo o que todos mais queremos.
Quem aproveitou a Páscoa para uns dias de férias, não podia ter tido mais sorte.
Por isso, para quem tem os miúdos em casa a pedir lanche entre brincadeiras, para quem se prepara para a primeita tarde de praia, piqueniques ou simples passeios sem horas marcadas, deixo-vos um doce para festejar os braços de fora.
   photo 0100_zpscjvupyoz.jpg

Receita propriamente dita, não há!

Basta umas sobras de sobras de massa e um frasco de doce, e está feito.
Foi precisamente esse o mote destes rolinhos: acabada de forrar uma tarteira e perante as sobras de massa com que fiquei; com a temporada de fruta da boa à porta e ainda algumas compotas da temporada passada por acabar, foi fácil.

Basta esticar a massa bem fininha, cortar em quadrados, rechear com o doce (neste caso de pêssego, amêndoa e tomilho-limão) e fechar.
Antes de enrolar, dobrar as laterais da massa para dentro, de forma a que o doce não fuja.
Pincelei com leite, mas para que fiquem mais bonitas e brilhantes, é fazê-lo com gema de ovo e ei-las ainda mais catitas.

Forno pré-aquecido a 180ºC e 30 minutos depois estão prontas.
Se preferir, pode congelar antes ou depois de levar ao forno e já fica um lanche dos bons preparado para outro dia.

   photo IMG_1253_zpsyaizb2cw.jpg 

E porque a semana da Páscoa é sinónimo de folar, se andam à procura “da” receita, há muitas aqui pelo blogue.
No ano passado trouxe um brunch com sabor a folar, acho que o mesmo que vou fazer este ano (já repeti vezes sem conta, porque por cá come-se mesmo fora de época), mas podem encontrar aqui muitas outras ideias para perfumar a casa com cheirinho a Páscoa.



sexta-feira, 20 de março de 2015

Uma Primavera que ainda sabe a sopa de grão e carne.

Hoje chega a Primavera, mas aqui pela cozinha de casa, depois de uma semana de férias por um Alentejo bem primaveril, voltámos às consoladoras sopas quentes e substanciais.
Os fins de dia continuam fresquinhos e por muito que queiramos as mangas curtas e as refeições frescas, vou-me mantendo pela comida-conforto das estações de frio, a fumegar na panela de ferro fundido.
   photo 1_zpswz65iajn.png

E esta é uma das que mais faço nos meses de Outono-Inverno.
Desde miúda, um bom prato de sopa com carne e legumes e tudo e tudo, é petisco que dificilmente troco por outra coisa.
Ora com grão, ora com feijão ou lentilhas, seja com carne de vaca, frango ou mesmo apenas legumes, é sempre um prato cheio de coisas boas que chega à mesa.

 photo 2_zpszlm4mm9r.png

Enquanto conto os dias para sentir a Primavera em pleno, aqui vai uma receitinha deliciosa para o fim de semana.
Obrigatório comer bem quentinha!

   photo 3_zps7oqgkhrd.png 

Sopa de grão com carne

1 c. sopa de azeite
1 cebola grande, picada
3 dentes de alho, picados
½ c. chá de cominhos
400 g de carne de vaca, em cubos
2 c. sopa de pasta de tomate
1 folha de louro
1,5 L de água ou caldo caseiro
200 g de cabeça de aipo, em cubinhos
200 g de batata doce, em cubinhos
200 g de grão cozido *
Sal e pimenta preta moída na hora
Sumo de ½ limão
Coentros q.b., p/ servir
Pão escuro fatiado, p/ servir


// preparação tradicional

 Aqueça o azeite numa panela e refogue a cebola, até que amoleça. Junte os dentes de alho e os cominhos e deixe mais uns minutos em lume médio.
Adicione a carne, em cubos pequenos, e deixe alourar de todos os lados.
Acrescente a pasta de tomate, a folha de louro, a água/caldo e quando começar a ferver, junte o aipo.
Tape e deixe em lume brando cerca de 1 hora ou até a carne ficar macia.
Adicione a batata doce, tempere com sal e pimenta e deixe cozer mais uns 20 minutos.
Junte o grão cozido*, rectifique os temperos e coza 10 minutos, até que tudo esteja bem cozinhado, se necessário, destapada, para evaporar algum líquido.
Regue com o sumo de limão e sirva polvilhado com coentros e umas fatias de pão.

 * Eu tinha grão já cozido - mimos da mamã que me vai abastacendo sempre -  o truque é cozer-se sempre em maiores quantidades e congelar para usar depois.
Mas se quiserem cozê-lo na preparação da sopa, juntem o grão já demolhado logo de início, com o aipo, e rectifiquem os tempos até que fique cozinhado.
   photo 4_zps9l7wzljk.png

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

As laranjas. Para o bolo de laranja e coco.

 photo 2_zpsgmj5qjy3.jpg

Na minha cozinha elas andam por todo o lado.
Taças, cestos, aqui e ali, só se vê laranjas e tangerinas.
Na quinta, em Palmela, as árvore continuam a balançá-las, entre a folhagem verde, como se fossem brincos doces que prometem adoçar-nos os dias de Inverno.
Porque fruta boa, para a boca e para a saúde, é fruta da época!

Entre as que comemos aos gomos, as que vão para os batidos, as que coloco nas saladas e as que espremo para temperar tudo e mais alguma coisa, tinham que também dar em bolo.
   photo 3_zps4vs51pnk.jpg

Não faltam cá no blogue bolos de laranja, receitas simples, com o que temos sempre à mão e que fazem os citrinos de Inverno, no seu auge, brilhar a cada garfada de bolo que nos chega à boca.
Esta vem com coco e está mesmo a chamar pela hora do lanche.

Vai um bolinho para o fim de semana?

   photo 1_zpsrapvlly9.jpg 

Bolo de laranja e coco

180 g de açúcar amarelo
3 ovos
Raspa de 1 laranja
80g de azeite
100 ml de sumo de laranja
40g de coco ralado
80 g de farinha de trigo c/ fermento
80 g de farinha de trigo integral
1 pitada de sal
1 c. chá de fermento


// preparação tradicional

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma redonda com buraco.

Bata o açúcar com os ovos e a raspa de laranja até obter uma mistura espumosa.
Adicione o azeite e continue a bater até obter uma mistura homogénea.
Junte o sumo de laranja e o coco e bata até misturar.
Envolva as farinhas, o fermento e o sal e envolva suavemente na massa apenas até incorporar.

Deite a massa na forma preparada e leve ao forno a 180ºC durante aprox. 30 minutos ou até ao espetar um palito este sair seco.


// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix)

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma redonda com buraco.

Coloque no copo a casca fina da laranja com o açúcar e pulverize 6 seg/vel 9.
Adicione os ovos, o sumo de laranja, o azeite e o coco e bata 2 min/vel 6.
Junte as farinhas, o fermento e o sal, envolva com a espátula e programe 5 seg/vel 3.

Deite a massa na forma preparada e leve ao forno a 180ºC durante aprox. 30 minutos ou até ao espetar um palito este sair seco.
   photo 4_zpstrfapqyy.jpg

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Escócia analógica.

Em Outubro passado andámos a passear pela Escócia.
Foi uma viagem cheia de natureza, verde, caminhadas e paisagens grandiosas.

A condução à esquerda foi uma aventura, mas limitei-me às tarefas de co-piloto, assim podia apreciar as vistas descansada, eheheh.

De Bed&Breakfast em Bed&Breakfast, na altura fui partilhando no Instagram e Facebook algumas das paragens por onde passámos e por onde comemos, mas tenhos muito mais para mostrar nas fotografias digitais que trouxe comigo.

Hoje, e porque levei um rolo e uma das minhas Canon's do coração comigo, deixo-vos as memórias analógicas.
A maioria foram tiradas na ilha de Skye, onde ficámos alguns dias, e no mercado biológico de Edimburgo, sob o castelo, onde nos despedimos deste périplo pelas Highlands, alimentado a muito porridge.

Viagem tão boa!
   photo 0001 copy_zpsdp8ns0bu.jpg photo 0002 copy_zpsttsa28zf.jpg  photo 0003 copy_zpsisbkcstg.jpg  photo 0004 copy_zpsne1hnyu8.jpg  photo 0005 copy_zpscuz5mqcu.jpg  photo 0006 copy_zpsf1kaj56u.jpg  photo 0007 copy_zpsiecimsaa.jpg  photo 0008 copy_zpsq2otjoli.jpg  photo 0009 copy_zpsqhft2iwa.jpg  photo 0010 copy_zps3cgis6pa.jpg  photo 0011 copy_zps3tdbevc5.jpg photo 0013 copy_zpsigffd26y.jpg  photo 0014 copy_zpsegxhmuwc.jpg  photo 0015 copy_zpskujl77ks.jpg  photo 0016 copy_zpsz5mnnne4.jpg  photo 0017 copy_zpschmsesnw.jpg  photo 0018 copy_zpss6q1ixxt.jpg  photo 0019 copy_zpsohnjlzt8.jpg  photo 0020 copy_zpswnhjwd4r.jpg  photo 0021 copy_zpsze03uurk.jpg  photo 0022 copy_zpsczerpmbk.jpg  photo 0023 copy_zpsys3jpctd.jpg  photo 0024 copy_zps8cr7ctkh.jpg  photo 0025 copy_zpsxbo1yf1u.jpg


terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Para começar o dia, panquecas de requeijão e aveia

Coisas boas das manhãs de fim de semana. Panquecas!
As que vou fazendo vezes e vezes sem conta, e que costumo ter congeladas para os dias de semana, são as do Velocidade Colher – as panquecas integrais de maçã.
Nada como tirar duas de véspera e poder ter um pequeno almoço de fim de semana em pleno dia de trabalho.

   photo IMG_2199_zpslm3ttc4r.jpg

Desta vez, porque tinha um requeijão a chegar ao fim da validade, inspirei-me nas do livro Bimby à Sua Medida, de que gostei muito quando ainda estava no departamento de receitas da empresa e fizemos o livro. 

Com doce de abóbora da mamã, não se pode pedir melhor início de dia.

   photo IMG_2200 copy copy_zpslyfxshfh.jpg 

Panquecas de requeijão e aveia 

300 g de leite 
1 c. sopa de mel 
1 c. sopa de azeite 
1 ovo 
Raspa de ½ limão 
200 g de farinha de trigo integral 
60 g de flocos de aveia 
1 c, chá de fermento p/ bolos 
170 g de requeijão, em pedaços 
Azeite q.b. p/ untar 


// preparação tradicional 

Bata o leite, o mel, o azeite, o ovo, a raspa de limão, a farinha, os flocos de aveia e o fermento e depois deixe a massa repousar cerca de 10 minutos. 
Envolva o requeijão. 

Aqueça uma frigideira antiaderente untada com azeite e coloque uma concha de massa. Quando começarem a formar-se bolhinhas, vire e aloure do outro lado. 
Retire e repita até terminar a massa. 
Sirva de seguida com mel, compota, fruta ou canela. 


// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix) 

Coloque no copo o leite, o mel, o azeite, o ovo, a raspa de limão, a farinha, os flocos de aveia e o fermento e bata 15 seg/vel 6. Deixe a massa repousar cerca de 10 minutos. 
Envolva o requeijão com a espátula. 

Aqueça uma frigideira antiaderente untada com azeite e coloque uma concha de massa. Quando começarem a formar-se bolhinhas, vire e aloure do outro lado. 
Retire e repita até terminar a massa. 
Sirva de seguida com mel, compota, fruta ou canela.
   photo IMG_2207_zpsjmp1dg8a.jpg

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Ano novo, frango novo.

 photo 0001_zps56d10f4e.jpg

E cá estamos nós, 2015.
Não tenho o hábito de fazer resoluções ao bater das badaladas, fico-me pela alegria de poder arrancar mais um ano ao lado da pessoa que me faz feliz e pedir que juntos o possamos continuar a fazer ano após ano. E isto já é tanto!

Afinal de contas, tudo o resto não depende do ano ou do mês que marca o calendário, mas sim de nós.
E gosto de acreditar que é possível ser sempre melhor, procurar fazer mais, por nós e pelos outros - sempre, seja qual for o dia do ano.
Gosto de acreditar que, apesar do lado mais negro que tenho (não temos todos?), vou ter força para dar mais vida ao outro. Ao outro lado mais solarengo, o que me deixa feliz simplesmente porque fui dar um passeio e encontrei rosas bonitas.
    photo 0002_zpsb07cf88d.jpg photo 0003_zpsccd3a33e.jpg
 photo 0004_zpsf77fe28a.jpg photo 0005_zps74164ec2.jpg

É isto que mais desejo para este novo ano.
Para mim e para todos os que aqui me acompanham, muitos passeios pelo lado bonito da vida. Porque pelo lado negro, é para passar rapidamente apenas quando nos distraímos.
Já viram como há tanta coisa boa à nossa volta?

E para arrancarmos de forma bem saudável, deixo-vos este papillote delicioso de inspiração asiática.

   photo 0006_zps70c13a88.jpg 

Frango asiático em papillote

Serve 4

2 dentes de alho
3 laranjas (sumo e raspa de 2 + 1 cortada às rodelas)
1 mão cheia de coentros
1 c. sopa de vinagre de arroz
1 pedaço de gengibre (aprox. 1 cm)
1 malagueta, s/sementes
4 peitos de frango 400 g água


// preparação tradicional

Numa taça, misture os alhos picados, o sumo e raspa de 2 laranjas, os coentros o vinagre de arroz, o gengibre descascado e ralado e a malagueta em rodelas finas.
Envolva bem os peitos de frango nesta mistura e deixe marinar durante pelo menos 30 minutos ou de um dia para o outro.
Corte 4 rectângulos de papel vegetal, coloque um peito de frango em cada um deles e por cima de cada um coloque 2 rodelas de laranja.
Distribua a marinada pelos papelotes, feche-os e cozinhe-os numa panela a vapor ou no forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 25 minutos ou até estarem no ponto.
Sirva com arroz integral e legumes a vapor.


// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix)

Coloque no copo o alho, o sumo e raspa de 2 laranjas, os coentros, o vinagre de arroz, o gengibre descascado e a malagueta e triture 3 seg/vel 7. Use esta mistura para marinar os peitos de frango durante pelo menos 30 minutos ou de um dia para o outro.
Corte 4 rectângulos de papel vegetal, coloque um peito de frango em cada um deles e por cima de cada um coloque 2 rodelas de laranja.
Distribua a marinada pelos papelotes, feche-os e coloque-os na Varoma.
Coloque no copo a água e a Varoma e programe 25 min/Varoma/vel 2.
Sirva com arroz integral e legumes a vapor.
    photo 0007_zps8861f32d.jpg

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Para um Feliz Natal

A palavra que rimo sempre com Natal é amor.

Deixar-me à conversa, partilhar a mesa, ver um filme na televisão da sala, fazer tricot enquanto vou picando uns biscoitos, com o burburinho da casa cheia em fundo.
Partilhar isto tudo com quem amamos, faz o Natal.

E pode ser mesmo quando nós quisermos.

   photo IMG_7646_zps4d34c87e.jpg 


Meias-luas de amêndoa

100 g de amêndoa sem pele
200 g de farinha de trigo p/ bolos
100 g de farinha de trigo integral
Raspa de meia lima
60 g de açúcar amarelo
200 g manteiga, fria, cortada em pedaços
2 gemas
Açúcar baunilhado q.b., p/ polvilhar


// preparação tradicional

Triture a amêndoa o mais finamente possível, de forma a obter uma farofa.
Misture-a com as farinhas, a raspa de lima e o açúcar e vá incorporando a manteiga cortada em cubos.
Adicione as gemas e amasse até formar uma bola.
Embrulhe em película aderente e deixe repousar no frigorífico pelo menos 1 hora.

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre o tabuleiro do forno com papel vegetal.
Retire a massa do frio, e vá enrolando pequenas colheradas de massa em forma de meia lua.
Leve ao forno durante 12-15 minutos, dependendo do tamanho dos biscoitos, tendo em conta que quando estiverem no ponto, ainda se apresentaram pouco firmes.
Deixe arrefecer completamente em cima de uma grelha e polvilhe com o açúcar em pó.


// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix)

Coloque no copo o açúcar amarelo e a casca fina da lima e pulverize 10 seg/vel 9.
Adicione a amêndoa e triture 5 seg/vel 7.
Junte as farinhas, a manteiga e as gemas e programe 15 seg/vel 6.
Forme uma bola com a massa, embrulhe em película aderente e deixe repousar no frigorífico Embrulhe em película aderente e deixe repousar no frigorífico pelo menos 1 hora.

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre o tabuleiro do forno com papel vegetal.
Retire a massa do frio, e vá enrolando pequenas colheradas de massa em forma de meia lua.
Leve ao forno durante 12-15 minutos, dependendo do tamanho dos biscoitos, tendo em conta que quando estiverem no ponto, ainda se apresentaram pouco firmes.
Deixe arrefecer completamente em cima de uma grelha e polvilhe com o açúcar em pó.



Se por aí ainda procuram um presente de última hora ou compor o menu das festas, há cá no blogue muitas receitas típicas de Natal, bolachas e bolachinhas e tantas outras perfeitas para receber quem mais gostamos.

Desejo a todos os que me vão acompanhando aqui no No Soup um Natal com muito amor.



quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

A fingir que sou o Pai Natal

No ano passado fiz pela primeira vez um post com sugestões de presentes de Natal e o feedback foi tão bom, que este ano fiquei com vontade de repetir.
Se quiserem espreitar, as ideias de 2013 continuam todas em vigor - desde presentes homemade com o sabor aqui das receitinhas do blogue, a várias inspirações para compras que farão brilhar os olhos de quem mais gostamos. Vejam aqui.

Ora com a época de Natal já instalada e a piscar-nos luzes por todo o lado, aqui vai disto:
Mais uma mão cheia de sugestões, para pequenos e graúdos, que espero vos dê algumas ideias diferentes para ajudar o Pai Natal a encher o saco.  photo publicar_zps87126542.png // 1. A minha primeira horta
// 2. Joalharia de autor, por Dalila Gomes
// 3. Vouchers para workshops de encadernação e artes plásticas, Nic e Inês
// 4. Papel de embrulho reciclado e pintado à mão, da Saboeiro
// 5. Almofadas, prints e cadernos lindos, da Menina Lisboa
// 6. Receitas ilustradas, da TicTail
// 7. Bonecos feitos à mão, da Virgínia Otten
// 8. Cardboard toys, da Ark.Studio + Violeta Cor de Rosa
// 9. Masterclass da Peixaria Centenária



E porque a prata da casa também fará as delícias de qualquer um, não podia deixar de lembrar o quanto o Velocidade Colher fica bonito embrulhadinho debaixo da árvore.
   photo velocidadecolher_zpsf22ecffe.jpg

Podem comprar aqui.


E, claro, a lista não estaria completa sem um presente que perdura a vida toda, uma sessão fotográfica para guardar momentos felizes. 
Seja sessões família, You+Me ou de retrato, os Vouchers Susana Gomes Photography estão prontinhos e embrulhados à altura, para seguirem até vocês!
   photo Voucher_zps8993dc95.jpg

Podem ver algumas sessões e também reportagens de casamentos e batizados aqui.
Para encomendar o voucher, enviar email para susanafrgomes@gmail.com



quinta-feira, 27 de novembro de 2014

As crackers mais estaladiças de sempre.

Já vos mostrei estas bolachas no Facebook, e também no Instagram, quando foram feitas num domingo de final de Verão e as partilhei por lá. As fotos dessa altura eram precisamente dos momentos de que mais gosto: quando estamos de rolo da massa em acção e, claro, quando chega a hora de fazer crack!
Depois de prontas, chegam à mesa sempre com esta cara de petisco, bem estaladiças e crocantes, a pedir salgadinhos, pasta para barrar, queijo e bebida no copo.
   photo 1_zps3b1e235b.jpg photo 2_zpse9befc95.jpg  photo 3_zpsb71229b3.jpg

Esta pasta das fotos, de beterraba, é um dos produtos maravilhosos que experimentei da MC Moments, que conheci no ano passado do Mercado da Maria Guedes. Geleias, pastas, cremes, manteigas, compotas, doces ou salgadas, é uma marca de gastronomia artesanal, onde tudo o que se prova é de querer trazer para casa. 

Se não têm programa para este domingo, deixo-vos já aqui dois! A edição deste ano desse mesmo mercado, desta vez num sítio fabuloso de Lisboa, os Montes Claros, em Monsanto, onde vou estar a fotografar durante a manhã. 
Se quiserem passar por lá, não deixem de me procurar. Seja para um Hello ou para fazer umas fotos, vou gostar imenso de vos conhecer. 
Mais informações sobre as marcas presentes e como chegar, aqui
E fotografias deste Secret Spot onde estarei a fotografar, aqui

Mas se ficarem por casa, ou se mais tarde quiserem ouvir na internet, será também transmitida a minha participação no programa da Antena 3 Da Missa a Metade, da Xana Alves, onde estive à conversa com outras duas bloggers cheias de assunto e boa disposição, a Maria Midões e a Joana Alves
Juntem-se a nós - passa domingo, às 10h!

** Já podem ouvir o programa aqui. **


E porque o fim de semana chama mesmo ao petisco, venham então as crackers. 
A receita é uma evolução da do Mark Bittman que em tempos partilhei aqui no blogue, mas bem mais finas e aromatizadas. 
A intenção inicial seria fazê-las com bolbo de funcho, esse que eu pensava ter no frigorífico, mas que já tinha sido usado. Usei então cebola e rama de funcho seca, que acrescentaram um vibe nórdico delicioso a estas bolachas crocantes, crocantes, crocantes, perfeitas para ter sempre na lata para acompanhar uma sopa ou umas entradinhas.


   photo 4_zpsbc4cdab6.jpg 


Crackers de cebola e funcho 

1/2 cebola (70 g) 
120 g de iogurte natural 
1 c. sopa de azeite 
1 c. chá de sal 
150 g de farinha de trigo 
150 g de farinha de trigo integral 
2 c. chá de rama de funcho, seco 


// preparação tradicional 

Pré-aqueça o forno a 220ºC. A temperatura alta é fundamental para que fiquem bem crocantes. 
Forre o tabuleiro do forno com papel vegetal. 

Com a varinha mágica ou no copo da misturadora, triture a cebola picada, o iogurte, o azeite e o sal até obter um puré. 
Amassando à mão ou com as varas de massa da batedeira, misture as farinhas e 1 c. de chá de funcho ao puré de cebola e amasse até que se forme uma bola. 
Divida a massa em quatro bolas e deixe repousar tapadas com um pano cerca de 10 minutos. 

Numa superfície polvilhada com farinha, com a ajuda do rolo da massa, estenda cada uma das bolas de massa o mais fino possível, polvilhe com funcho, calque levemente com o rolo e disponha no tabuleiro preparado. 
Leve ao forno a 220ºC, durante aproximadamente 8 a 10 minutos (o tempo varia muito de forno para forno, pelo que recomendo que fique atenta na primeira fornada para controlar a evolução e não deixar tostar demais). 
Retire para uma grelha para arrefecer e repita com a restante massa. Depois de fria, quebre toscamente em pedaços e guarde num caixa hermeticamente fechada. 
Conserva-se até três semanas.
   photo 5_zpsd97ab77d.jpg

// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix) 

Pré-aqueça o forno a 220ºC. A temperatura alta é fundamental para que fiquem bem crocantes. 
Forre o tabuleiro do forno com papel vegetal. 

Coloque no copo a cebola, o iogurte, o azeite e o sal e triture 20 seg/vel 7. 
Adicione as farinhas e 1 c. de chá de funcho, programe 10 seg/vel 6 e depois 2 min/vel espiga. 
Divida a massa em quatro bolas e deixe repousar tapadas com um pano cerca de 10 minutos. 

Numa superfície polvilhada com farinha, com a ajuda do rolo da massa, estenda cada uma das bolas de massa o mais fino possível, polvilhe com funcho, calque levemente com o rolo e disponha no tabuleiro preparado.
Leve ao forno a 220ºC, durante aproximadamente 8 a 10 minutos (o tempo varia muito de forno para forno, pelo que recomendo que fique atenta na primeira fornada para controlar a evolução e não deixar tostar demais).
Retire para uma grelha para arrefecer e repita com a restante massa. Depois de fria, quebre toscamente em pedaços e guarde num caixa hermeticamente fechada.
Conserva-se até três semanas.
   photo 6_zpsa2920ef1.jpg